o significado e entoação do símbolo om 🕉️ explorados

Sabe qual é o significado do símbolo Om (ou Aum)? A sílaba sagrada Om (ou Aum), também representada com o símbolo Om (ॐ), são juntos um dos mantras bija (semente) mais antigos e amplamente conhecidos dentro das tradições yoga e hindu.

A sabedoria e o significado do Om e do seu som também têm significado espiritual, especialmente o canto do Om, nas tradições religiosas e espirituais da Índia, como o Budismo e o Jainismo.

Por exemplo, no mantra budista Om Mani Padme Hum, o significado do símbolo sagrado Om é de grande importância.

O que significa Om?

https://www.youtube.com/watch?v=4eloorsmEd4

vídeo da série “O que é” criado por Brett Larkin para YOGI TIMES.

Se já frequentou um bom número de aulas de ioga, provavelmente já ouviu falar da sílaba sagrada e viu o símbolo Om associado a ela.

Dependendo do professor, a entoação do som Om pode ser incorporada como parte da aula ou como parte do encerramento. A entoação do Om pode ser uma atividade colectiva, ou pode optar-se por entoar sozinho.

Om Symbol Meaning om mani padme hum What is the AU in Hindi and How to Chant it

Qual é a definição completa e o significado de Om?

Como é que se honra adequadamente a sílaba sagrada Om e a sabedoria que ela transporta? Como é que o símbolo Om 🕉️ transmite o seu significado sagrado e como se pode entoar corretamente este som do universo?

O significado do símbolo Om pode ser traduzido para inglês?

Não é bem assim – o significado do símbolo om que transporta é vasto e não é fácil de transmitir numa definição tradicional. Se entoar o Om, isso altera-o a si ou à sua religião?

Só uma mudança intencional da sua fé, que seja da sua própria escolha, o pode alterar a si ou à sua religião!

O som do universo é encontrado em muitas fés para invocar o divino, e Om é uma delas.

Para ilustrar melhor esta sílaba sagrada, vamos dissipar alguns dos mistérios e mal-entendidos sobre a definição de Om ou Aum, para que possamos compreender melhor o seu significado.

A origem da sílaba sagrada OM 🕉️

Om é o som do universo. Na tradição hindu, o significado do símbolo aum é o som vibracional da força por detrás de toda a criação e manifesta-se a partir de Brahman, a realidade absoluta e última.

Foi sentido pelos rishis, sábios hindus, enquanto meditavam e perceberam a essência primordial do universo dentro desta sílaba.

Cantar Om invoca o som da criação dentro do universo e a alma suprema ou realidade suprema.

Convida à experiência e à incorporação desta sabedoria espiritual.

Como bija ou mantra semente, Om, ou Aum, refere-se a Atman (alma, o eu interior) e Brahman (a totalidade do universo, a realidade suprema e o conhecimento cósmico).

Numa explicação espiritual simplificada, o significado do símbolo Om ou Aum é uma sílaba que é o som do universo e liga a pessoa ao divino, ao mais elevado e à fonte de toda a criação.

A primeira menção desta sílaba num texto escrito encontra-se nos Upanishads.

Diferentes partes do símbolo Om, ॐ, representam a realidade nos seus diferentes estados.

A grande curva inferior representa o estado de vigília(jāgrat), a curva superior representa o estado inconsciente(sushupti), a curva do meio denota o estado de sonho(swapna).

Dentro do ponto está o símbolo da iluminação(turiyā).

O crescente representa maya, a ilusão que nos prende ao mundo material e separa as curvas inferior, superior e média do ponto da iluminação.

Um estado de iluminação é atingido ao transcender a consciência material.

O símbolo Om ou Aum pode variar ligeiramente na sua forma escrita, consoante a tradição espiritual ou religiosa.

O símbolo Aum nas suas formas indiana, tibetana e balinesa tem um aspeto diferente, mas todas elas transmitem um profundo significado espiritual e sabedoria.

Balinese OM Symbol Hindu sign
Símbolo balinês do OM

Como é que o OM é entendido e definido na tradição do yoga?

O sábio Patanjali (que escreveu e compilou os Yoga Sutras) ensinou que entoar o OM com uma contemplação séria do seu significado aguçaria a nossa meditação. Desta forma, a nossa consciência tornar-se-á “unidirecional”.

Ao entoar a sílaba Om, a verdade mais profunda, a alma suprema e eterna, é-lhe revelada.

Os iogues entoam frequentemente Om durante ou no final da sua prática, com o objetivo de invocar o divino como uma recordação da realidade última.

Na tradição iogue, encher a mente e o espírito com o divino é a forma de atingir o objetivo das práticas espirituais iogues.

O divino é o professor de todos os professores! Todos os mistérios do universo só são conhecidos pelo divino e pela força de toda a criação.

Estar em sintonia com eles através da entoação do seu som sagrado estabelece a nossa ligação com eles.

O divino e a realidade última são os nossos verdadeiros guias, que nos dão sabedoria e nos libertam dos nossos obstáculos. Esta ligação guiar-nos-á para estarmos sempre no caminho certo.

Om sign Jainism
Sinal de Om Jainismo

A repetição do Om pode ajudar o praticante a ganhar consciência para além do espaço e do tempo.

No entendimento iogue do karma, o praticante encontra a oportunidade de se libertar das ligações kármicas ao entoar o Om.

Desde que o faça corretamente, com plena compreensão do que é a sílaba.

A mente inconsciente chega então à plena consciência.

A compreensão do reino da sua própria intuição também pode ser acedida através da repetição da sílaba Aum, uma vez que esta representa todos os mantras sagrados (dentro das tradições iogues e hindus).

Quando um praticante compreende e pratica com a sacralidade desta sílaba, a unidade com o divino ou a realidade última é possível.

A experiência e o significado completo do Símbolo Om

Como o símbolo Om é vasto naquilo que representa, o significado do símbolo Om não é fácil de descrever com palavras simples, mas Om representa essencialmente tudo.

É a semente de toda a criação – da mesma forma que a semente de uma planta tem a beleza e o imenso poder da sua contraparte de pleno direito, a árvore.

Por isso, esta palavra aparentemente pequena contém todo o poder do universo. Assim, é o passado, o presente e o futuro, o princípio, o meio e o fim.

Pode encontrar a sílaba soletrada como Aum. Tanto o significado de Om como o de Aum referem-se à mesma sílaba semente que é o som do universo.

A diferença entre eles é a sua transliteração do sânscrito ॐ.

Om sign sikhism
Om sinal sikhismo

A pronúncia do som “O” em sânscrito combina um som “A” e “U”. Na sua pronúncia, soa mais como Aum com as suas três sílabas.

O que é que a entoação do Om faz?

A entoação do Om convida a realidade última da criação para a sua consciência. Desta forma, liga-se às suas emoções e às impressões subtis da sua mente.

Os benefícios de entoar mantras são muitos.

Muitos estudos demonstram que o nosso ritmo respiratório e cardíaco se sincronizam durante a entoação do Om!

A vibração do som tem um impacto significativo no estado mental, emocional e físico de uma pessoa.

Cantar o Om alinha a frequência de nós próprios com a frequência do universo, o que é uma parte importante de todas as nossas práticas espirituais.

A mente alinha-se então com a respiração, permitindo que a pessoa entre num estado de consciência elevado – samadhi.

Este estado de consciência permite-nos ter uma concentração clara e direccionada no caminho para o despertar e realização espiritual.

A entoação de cânticos abranda a mente pensante e as coisas materiais com que está absorvida.

Também cria as condições para um sistema nervoso autónomo bem equilibrado que nos ajuda a estar bem equilibrados.

Assim, ficamos sintonizados com os pensamentos e crenças da nossa vida e do mundo que nos rodeia.

O principal efeito da entoação de mantras afecta a nossa mente e o nosso sistema nervoso. A entoação de mantras introduz paz e tranquilidade na nossa mente.

Os mantras têm muitos benefícios psicológicos, como a diminuição dos sintomas de depressão e ansiedade.

Quando bem executados, com a devida compreensão e atenção, podem melhorar a atenção, a consciência e a concentração.

Uma vez que um mantra não é apenas um som que dizemos, mas algo em que nos esforçamos por nos tornar, pode ser uma chave para aceder a dimensões mais profundas da existência.

Até mesmo meditar sobre o significado e o som do Aum pode ajudar a reconectarmo-nos com o nosso centro.

Embora refletir sobre o significado de Aum não seja tão poderoso como entoar. Os benefícios de entoar mantras como o símbolo e a sílaba Om incluem a cura do corpo, a proteção da mente e a manifestação das intenções da pessoa que entoa para se ligar ao divino.

Estes benefícios surgem quando os praticantes não se limitam a fazer os movimentos (pois isso permite que a mente divague), mas quando estão enraizados e incorporam cada um dos sons e sílabas.

Os mantras também têm o poder de substituir padrões pouco saudáveis de pensamento e sentimento, incutindo paciência e a capacidade de ver as situações da vida com mais clareza.

Entoar mantras sem a intenção adequada do coração e da mente pode tornar a ação menos eficaz e significativa.

A entoação de mantras pode trazer-nos de volta a um lugar de mente pura e de contacto com o divino.

Os efeitos benéficos dos mantras só se manifestam se abrirmos o coração enquanto os entoamos.

Além disso, estes efeitos surgem quando acreditamos e temos a intenção de nos ligarmos à presença divina a que estamos a aceder.

Como diz o Mandukya Upanishad:

O estado perfeito ou superconsciente, e tudo o que o precede, são uma parte de Om.

Uma espécie de sonho acordado como um estranho e fascinante estado de consciência.

Na Mandukya Upanishad, as quatro sílabas de Om são guias para compreender a verdade.

Os mantras podem ser uma força eficaz para nos ajudar a entrar em contacto com o divino e o bem dentro de nós.

No entanto, esta força só se manifesta se tiver origem na fonte onde existe uma compreensão completa do som.

Por “compreensão do som”, entende-se que o som e as vibrações estão relacionados com a própria criação.

Um mantra que provém dessa fonte e desse nível de compreensão será uma força suficiente de crescimento espiritual – especialmente quando a transmissão é pura.

Para solidificar as motivações e intenções de uma prática de mantra, temos de compreender corretamente o significado do mantra.

Compreender a sabedoria contida num mantra torna a nossa prática mais significativa e mais próxima do divino.

Cada mantra ativa a energia que se encontra numa parte diferente do corpo. Sem saber o que é o mantra e a sabedoria que transporta, a mera repetição do som só trará entorpecimento à mente.

Mas entoando com a consciência adequada e uma compreensão correcta do seu significado, o poder de um mantra é libertado na nossa prática.

O significado de Om Mani Padme Hum, o símbolo om está presente em diferentes tradições espirituais.

O mantra supremo do budismo tibetano é Om Mani Padme Hum (ou Aum Mani Padme Hum) em sânscrito.

O significado de Aum Mani Padme Hum é o mais sagrado nas tradições budistas, e todos os ramos da filosofia budista entoam este mantra supremo.

O significado de Aum simboliza a verdade suprema ou Brahm e é a mais sagrada das palavras faladas.

Mani refere-se a uma joia em que a luz irradia por si só, e Padme significa Lótus.

O lótus é de grande importância espiritual.

O lótus floresce acima da água em que vive; as suas pétalas desenroladas estão sempre acima e permanecem intocadas pela água.

As pessoas devem viver as suas vidas neste mundo da mesma forma que uma flor de lótus – sem serem afectadas e intocadas por todos os apegos materiais que as rodeiam.

A flor de lótus também simboliza a auto-realização e a iluminação. Hum indica a pessoa que está a recitar o mantra. Também se refere à consciência da pessoa.

Om Mani Padme Hum é também comummente traduzido como: “a joia está no lótus”

Acredita-se que todos os ensinamentos de Buda estão dentro deste mantra. A invocação das qualidades amorosas e incondicionais da compaixão é encontrada através da repetição do mantra vezes sem conta. Por outras palavras, dentro de todos nós está a flor de lótus.

Só que, muitas vezes, muita lama e sujidade cobrem a nossa magnificência.

A tradição budista tibetana encoraja os praticantes a conhecerem profundamente a frase Om Mani Padme Hum e a levarem-na para o mais profundo do seu ser. Porque esse é o caminho para atingir a perfeição.

Porque esse é o caminho para alcançar a iluminação, um praticante deve cantar com grande disciplina e devoção.

O som do universo, para além de residir no mantra supremo Om Mani Padme Hum e na sílaba sagrada Om, está também presente na invocação divina no final da oração “Amen” nas tradições judaico-cristãs e “Amin” nas tradições islâmicas.

Como entoar a sílaba Om, aproveitando o poder da sua sabedoria

A sílaba sagrada do universo está presente em muitas tradições espirituais e de fé diferentes.

A sua grafia e interpretação diferem, mas os sons “Om” ou “Aum” são predominantes em muitas invocações do divino.

Antes de iniciar a prática de entoar o OM, conheça a tradição em que está a embarcar na sua mente.

O acesso ao verdadeiro poder do som do universo e a contemplação adequada do seu significado dependem das tradições de que é estudante.

Ter isto em mente irá aprofundar a sua prática.

Nas tradições hindu e do ioga, quando escrita como Aum, a sílaba parece ter três partes – mas, na realidade, tem quatro:

1. O A (aahhh) no Aum significa 🕉️

Este som é representativo da força da criação. Esta força da criação é a fonte do universo e de todos os objectos que o compõem.

Também se pode entender isto como “Ahh” sendo o início ou a origem de todos os sons.

Como é o início, ajuda-nos a ligarmo-nos ao nosso próprio sentido do eu. Com esta sílaba, podemos experienciar a existência do mundo através dos sentidos.

Ao entoar este som, pode reparar que o produziu primeiro na garganta.

Tem origem no sítio onde a língua está enraizada, na parte de trás da boca.

O som ressoa depois na parte inferior do abdómen.

2. O U (oooh)

Esta segunda parte da pronúncia representa a energia perpétua do universo. Representa também a mente e as suas impressões subtis.

Cria uma ligação com o sentido interior de algo muito maior e mais vasto do que aquilo que podemos ver e sentir com os nossos sentidos.

O “Oooh” no significado de Aum convida à clareza, leveza, bondade e equilíbrio.

Pode reparar que o som avança da língua e do palato para os lábios e vibra no plexo solar quando entoa esta letra.

3. O M (mmm)

Este terceiro som representa a energia transformadora dentro do universo. Também representa as crenças e os pensamentos que tem.

Como resultado, liga-o à consciência de que existe uma incrível unidade, permitindo-lhe abrandar para sentir este vasto sentido de ligação.

O som “mmm” surge ao fechar os lábios. Fazer o som desta forma faz vibrar a área do chakra da coroa no topo da cabeça.

4. O quarto som é o silêncio ou Anahata.

É a vibração que está para além da pronúncia verbal. É a consciência pura do Eu ou o Atman.

Depois de entoar Om, há uma pausa, que representa a consciência infinita ou turiya, o que só vem acrescentar ainda mais ao significado de Aum.

A vibração da sílaba diminui gradualmente até ao silêncio.

Esta diminuição no silêncio simboliza o estado de consciência que é transcendente à consciência material. É também conhecido como Brahman ou o Absoluto.

Este silêncio é o pico do mantra, e o objetivo é invocar esta forma de ser imortal, tranquila, inabalável e destemida – como descrito no Maitri Upanishad.

As fases da entoação do Om representam muitas trindades divinas:

  • O estado de vigília, de sonho e de sono profundo.
  • As três facetas do tempo – passado, presente e futuro.
  • Terra, atmosfera e éter.
  • Criação (Brahma)- Preservação (Vishnu)- Destruição(Shiva) em Brahman

A experiência da vastidão do Om é multifacetada. É verdadeiramente uma experiência de tudo, pois o som de Aum inclui a totalidade do próprio som. Todos os outros sons estão dentro dele.

O Om representa Deus, Brahman, Fonte, Consciência Universal dentro das tradições hindu e iogues.

Em última análise, o significado de Om ou Aum é uma sílaba que transporta o poder da criação por detrás detudo.

Ao entoar Om 🕉️ em voz alta, o som evoluirá naturalmente através das fases que correspondem às letras A-U-M.

Da mesma forma que experimentar o Om como uma sensação de completude e consciência pura, as três sílabas não são fases distintas ou separadas, mas um movimento contínuo do corpo, da respiração e da consciência.

Independentemente do modo como se estuda e pratica a técnica, entoar o OM tem tudo a ver com estabelecer uma ligação com o divino.

Aprender o significado do símbolo om, as técnicas de entoação correctas e a pronúncia com um professor pode aprofundar a sua prática e ligação.

Temos toda a nossa vida para aprender e cultivar a nossa prática.

Desde que a intenção com que pratica seja sincera, o alinhamento com o divino surgirá.

Como incorporar o símbolo Om 🕉️ & Sílaba na sua vida

O verdadeiro poder do símbolo Om reside na experiência da plenitude da sua sabedoria. Ler sobre o Om pode ajudar a mente a compreender, mas não lhe pode dar a experiência.

Praticar é a chave para melhor experimentar o seu poder e os seus profundos benefícios.

Sentar-se e chegar à sua prática, uma e outra vez, dia após dia, é a única maneira de experimentar o Om e cultivar a sua ligação com o divino.

A prática contínua irá impulsionar o seu crescimento espiritual!

Sempre que sentir necessidade de se reconectar com a sua própria consciência ao longo do dia e com a força de toda a criação, pode encontrar formas de incorporar a sílaba sagrada na sua vida.

É preciso fazê-lo com o maior respeito e com a utilização correcta da sílaba, que decorre da compreensão adequada do carácter sagrado que ela encerra.

Cante Om 🕉️ sozinho ou em comunidade.

Cantar Om sozinho convida a uma ligação pessoal com o divino, enquanto cantar em grupo o liga a outros numa ligação mútua com o divino.

Cantar em grupo acrescenta outra camada a esta experiência.

Seja com os seus amigos ou com a sua comunidade, permita que a prática de entoar o Om e a sua imensa experiência penetrem no seu ser.

Sinta o poder que cada sílaba tem à medida que as vibrações se movem do baixo ventre através do plexo solar e do peito até ao topo da cabeça.

Assim, se deixar que as vibrações desobstruam e limpem o seu sistema energético e os seus chakras, encontrará plenitude e cura neste mantra fácil de lembrar.

A prática de entoar o OM antes de dormir também pode ajudá-lo a ter um sono profundo e nutritivo.

Utilização do OM no ioga

Muitas aulas de ioga começam e terminam com a entoação do OM três vezes.

Este mantra permite que a energia do grupo inicie o processo de harmonia, respirando em conjunto e partilhando este mantra.

No final, sintoniza cada pessoa consigo própria e lembra o corpo e a mente de pôr de lado as preocupações mundanas.

Assim, encoraja-o a voltar a sua atenção para o interior, para a alegria eterna que o ioga pode proporcionar.

🕉️ Conclusão

O Om é um mantra poderoso e uma sílaba sagrada que permite concentrar a atenção e a consciência no significado maior da vida e de toda a criação.

Lembra-nos da importância da cura pelo som e de como os sons e as palavras são sagrados e divinos.

Nós já temos o potencial para nos ligarmos ao divino. É apenas uma questão de como podemos cultivar o nosso caminho em direção a ele.

Om, como a sílaba do próprio divino, é um caminho em que nos podemos empenhar como estudantes atentos e respeitosos.

Estudar e compreender a vasta sabedoria que ela transporta, canalizada através das diferentes tradições, é uma forma poderosa de ganhar consciência espiritual.

A ênfase aqui é conhecer e comprometer-se com as tradições das quais a sílaba sagrada faz parte.

No fim de contas, as palavras que usamos em voz alta ou nos nossos pensamentos têm o poder de criar e influenciar a realidade à nossa volta.

Os ensinamentos antigos e a ciência moderna confirmam que todos os seres vivos consistem no seu nível mais essencial de energia vibratória e pulsante.

Lembre-se sempre: as palavras têm poder.

Por isso, usemo-las com sabedoria para elevar a nossa vibração e a dos que nos rodeiam.